Comércio Varejista no RN: Desempenho e Perspectivas para 2012

por Aldemir Freire em Economia do RN

Em Setembro do ano passado eu fiz uma postagem sobre o desempenho do comércio varejista do RN (veja aqui) em que concluía que estávamos em um ciclo de desaceleração do crescimento das vendas do comércio no estado. Além disso, dizia que esse ciclo de desaceleração iria perdurar até o primeiro trimestre de 2012 e depois começaria um novo ciclo de aceleração.
Chegou a hora de verificar em que medida minhas expectativas estão ou não se confirmando.
No gráfico abaixo, que mostra o desempenho do comércio varejista e do varejo ampliado (que inclui também veículos, peças para veículos e material de construção) no estado, vemos que já em março aparece uma inversão na curva de tendência.
Portanto, esses números levam a crer que o ciclo de desaceleração pode ter chegado ao fim. Portanto, provavelmente teremos a partir de agora um novo ciclo de aceleração, com o gráfico abaixo apresentando uma movimento de crescimento a taxas cada vez maiores.
O fim do ciclo do aperto monetário (com as recentes reduções de juros) e o aumento do salário mínimo no início do ano vão começar a impactar o desempenho do comércio agora nesse segundo trimestre e de forma mais acentuada no segundo semestre do ano.
Todavia, ainda mantenho a expectativa de que o crescimento das vendas este ano no RN não ficarão acima dos 10%. No máximo o varejo terminará o ano com crescimento de 9% e o varejo ampliado com crescimento de no máximo 8%. O varejo ampliado está tendo um desempenho mais fraco em função das vendas de veículos novos, cujos números no primeiro quadrimestre de 2012 estão abaixo das vendas do ano passado no mesmo período.
Por enquanto o desempenho do crescimento do varejo do estado ainda está abaixo daquele registrado em 2011 e muito abaixo do de 2010 (dados referente ao primeiro trimestre de cada ano).
Mas, conforme afirmei acima, minhas expectativas é que as vendas voltem a se acelerar e o desempenho este ano seja melhor que no ano passado, embora abaixo do registrado em 2010.
Duas variáveis, acredito, terão peso importante no desempenho do comércio do estado daqui para frente. O primeiro será o mercado de trabalho. Não acho que teremos um ano espetacular na geração de empregos formais no estado em 2012. Mas tenho esperanças (por enquanto são esperanças mesmo) que será melhor que 2011. O segundo ponto será os indicadores de inadimplência. Por enquanto a inadimplência do crédito bancário no estado está cerca de 34% maior que no mesmo período do ano anterior. Espero uma estabilidade da inadimplência e depois um recuo da mesma ao longo do ano.
Assim, quanto mais empregos formais forem gerados e quanto mais a inadimplência se reduzir, melhor será para o setor varejista do RN.
Os outros fatores que impactarão o setor são: o aumento do salário mínimo (isso já está dado) e a redução dos juros com aumento do crédito. Essa maior liquidez monetária já está sendo providenciada pelo Banco Central/Governo Federal. Resta saber até onde irá essa queda dos juros e aumento do crédito. Quanto menor os juros e mais crédito os consumidores tiverem acesso, maiores serão as vendas no mercado.
Anúncios

Tags:, , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s